Muito mais que informação. Uma prestação de serviço.
Portaria cria o serviço de Atendimento Especializado

Portaria cria o serviço de Atendimento Especializado

Novo serviço vai atender demandas que não podem ser tratadas nos canais remotos

A Portaria Nº 908, de 9 de Julho de 2021, publicada hoje, cria o novo serviço “Atendimento Especializado”, que tem por objetivo gerar um agendamento para atendimento presencial  de demandas que não podem ser resolvidas pelos canais remotos. Esse agendamento será liberado a partir de quinta-feira e vai permitir que muitas pessoas, que não estavam conseguindo atendimento presencial por conta da pandemia, sejam atendidas numa agência do INSS, com horário marcado e toda a segurança.

Para agendar o serviço, o cidadão deve ligar para o telefone 135. O atendente analisará a solicitação do usuário e, se a situação se enquadrar nos casos listados na Portaria, o agendamento será realizado. 

Esse agendamento também poderá ser feito diretamente nas agências, para uma data próxima, nos casos em que o cidadão não tenha condições de fazer o pedido pelo telefone 135.

 Veja quais serviços garantem o agendamento do Atendimento Especializado:

  – Apresentar Contestação de NTEP;

 – Atendimento solicitado por portadores de necessidades especiais: maiores de 80 anos de idade, deficiência auditiva ou visual;

 – Órgão mantenedor inválido impossibilitando a solicitação de serviços;

– Requerimento concluído sem atendimento ao solicitado, relacionado a falha operacional não vinculada à análise do direito;

– Consulta à consignação administrativa;

– Ciência do Cidadão Referente à Necessidade de Inscrição no CadÚnico;

– Solicitar Retificação de CAT;

 – Parcelamento ou impugnação à cobrança administrativa / MOB PRESENCIAL;

– Pensão Especial Vitalícia da pessoa portadora da Síndrome da Talidomida;

 – Pensão Mensal Vitalícia do Seringueiro e seus Dependentes;

– Pensão Especial das Vítimas de Hemodiálise de Caruaru; e

– Impossibilidade de informação ou de conclusão da solicitação pelos canais remotos.

Fonte: Instituto Nacional do Seguro Social – INSS

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *