Muito mais que informação. Uma prestação de serviço.
Cadastro eletrônico de pessoas idosas
Cadastro eletrônico de pessoas idosas

Cadastro eletrônico de pessoas idosas

Comissão aprova proposta que cria cadastro eletrônico de pessoas idosas. Projeto também obriga o cadastramento das instituições de longa permanência.

Dep. Felício Laterça (PSL - RJ)
Laterça: dados vão ajudar na formulação e avaliação das políticas públicas para a pessoa idosa – Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados

A Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara dos Deputados aprovou, na quinta-feira (10), o Projeto de Lei 172/21, que cria o Sistema Nacional de Proteção ao Idoso, um cadastro eletrônico com a identificação da população idosa brasileira, sua caracterização socioeconômica e as barreiras que impedem a realização de seus direitos.

O texto aprovado é o substitutivo do deputado Felício Laterça (PSL-RJ) ao projeto do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) e apensados.

Conforme o substitutivo, as secretarias municipais de assistência social, ou secretaria com semelhante função, ficarão encarregadas do cadastro. As ocorrências policiais envolvendo idoso deverão ser comunicadas ao Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

“Os dados obtidos, além da segurança física, permitirão a formulação, gestão, monitoramento e avaliação das políticas públicas para a pessoa idosa”, disse Laterça.

Pelo texto aprovado, caso o cadastro identifique uma situação de vulnerabilidade, risco ou perigo de vida, serão tomadas as devidas providências para a proteção do idoso e do seu patrimônio.

Instituições
O projeto também altera o Estatuto do Idoso para obrigar o cadastramento das instituições de longa permanência para idosos junto ao Conselho Municipal da Pessoa Idosa, ou em sua falta, ao conselho estadual ou nacional.

As informações servirão de base para o Cadastro Nacional das Instituições de Longa Permanência para Idoso, mantido pelo órgão ministerial competente.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

SUA OPINIÃO SOBRE: PL 172/2021
Mande sua opinião para os deputados citados
ÍNTEGRA DA PROPOSTA PL-172/2021

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Fonte: Agência Câmara de Notícias

COMPARTILHE ESSA NOTÍCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *